Destacado

Eu

d5694f_PR140110036p

A prosa sempre foi a vertente da poesia que mais me atrai. Escrevo desde que aprendi a ler e escrever , principalmente quando descobri a magia da poesia.

Os versos imberbes da infância deram lugar aos sofrimentos da paixão adolescente e finalmente cederam a vaga a realidade adulta.

Sou um poeta sem ser poeta, sem métricas ou rimas, cheio de saudades e triste como muitos poetas são.

Tenho inúmeras poesias espalhadas com muitas pessoas que merecem te-las, em minha posse tenho umas mil, mas a cada dia nasce uma nova, seja de alegria, tristeza, dor ou paz, nenhuma perfeita mas todas sinceras.

São letras, frases, poesia.

O fundo da minha tela do smartphone é branco, as letras são pretas, assim como as poesias que tanto escrevi em papel branco e canetas BIC pretas (confesso que algumas eram azul) mas no final sempre serão Poemas em Preto e Branco.

       Milton Cesar 

Sombrio

Série: A Voz Dos Versos – 95/100

olho-lindo-mulher-negra-racismo-750x410

Passo pelas pessoas

Todas num clima sombrio

A energia já não é a mesma

Os sorrisos estão cobertos

Por máscaras

Não pode haver o toque

O abraço, o aperto de mão

A intensidade da emoção

Tudo sombrio…

Um vazio

O medo do que não se pode ver

A ameaça que não dá pra evitar

Como fantasma que vem pelo ar

Flutuando em nossa direção

Sombrio

Assistir um telejornal

Ler um jornal

Escutar o jornal

Só noticia ruim

Só dores e afins

Pouca coisa para se alegrar

Milhões de motivos para chorar

Anos sombrios…

A pandemia de Covid-19 me trouxe dor, desamino e falta de inspiração. Hoje tento pensar que tudo vai passar e logo tudo isso só vai ser uma amarga lembrança.

azul-e1514503753234-1-e1616226442565

Fantasia de pessoa feliz

Série: A Voz Dos Versos – 94/100

20210604_215914

De dia eu vivo

Com um largo sorriso

Sempre que preciso

Sei alegrar…

A noite sobrevivo

Com lágrimas nos olhos

Sempre decidido

A nunca mais amar…

Já fui feliz sonhador

Grande trovador

De sonetos de amor…

Sonhei um sonho lindo

Com você sorrindo

Ao meu lado num abraço

Deitada em flores brilhando…

Sou agora solitário

Escritor de prosas tristes

Choroso na solidão

Sem condições

De buscar por emoções

Que me façam resistir…

Lavo o rosto, depois tomo banho

Coloco minha fantasia de pessoa feliz

E sigo sem incomodar ninguém

Sem dizer que neste trem lotado

Eu sinto falta de apenas um abraço…

Que nunca mais vou ter…

azul-e1514503753234-1-e1616226442565

Porque me provoca?

Série: A Voz Dos Versos – 93/100

Porque me provoca?

Me procura na madrugada

Diz que sente falta

Me manda aquela foto

Só de maldade…

Me diz coisas que não posso reescrever

Me chama para você

Me devora

Me quer a qualquer hora

Diz tudo que vamos fazer…

Me faz imaginar mil coisas

Do teu cheiro a lingerie…

Do teu beijo as suas mãos em mim…

Não me deixa dormir…

Promete que vai me ver

Promete tudo que vai querer

Mas nada acontece…

Porque me provoca?

Talvez seja minha culpa

Ou algo não se resolveu

Talvez seja sentimento de verdade

Ou um desejo…

…meu e teu…

Fantasia…

Vontade demais… de mais…

Me deixa acordado…

Mexido… sem chão…

Apenas com…

Provocação em fotos de visualização única

Em frases intensas

Em poemas eróticos

Num jogo que ninguém vence…

Porque me provoca?

Abre logo essa porta

Deixa a noite falar por nós…

E depois?

O depois a gente vê…

Ou não…

azul-e1514503753234-1-e1616226442565

Tennessee Whiskey

Eu costumava passar minhas noites num bar
A bebida foi o único amor que eu conheci
Mas você me resgatou de alcançar o fundo
E me trouxe de volta de estar muito longe

Você é tão suave como o uísque do Tennessee
Você é tão doce quanto o vinho de morango
Você é tão calorosa quanto um copo de conhaque
E querida, eu continuo chapado com seu amor o tempo todo

Eu procurei pelo o amor em todos os mesmos lugares antigos
Encontrando o fundo da garrafa sempre vazio
Mas quando você derramou seu coração eu não o desperdicei
Porque não há nada como o seu amor para me deixar alto

Você é tão suave como o uísque do Tennessee
Você é tão doce quanto o vinho de morango
Você é tão calorosa quanto um copo de conhaque
E querida, eu continuo chapado com seu amor o tempo todo

Você é tão suave como o uísque do Tennessee
Você é tão doce quanto o vinho de morango
Você é tão calorosa quanto um copo de conhaque
E querida, eu continuo chapado com seu amor o tempo todo

Você é tão suave quanto o uísque do Tennessee
Uísque do Tennessee, Uísque do Tennessee
Você é tão suave quanto o uísque do Tennessee
Uísque do Tennessee, uísque do Tennessee

Letras.mus.br

Apenas sonho contigo

Série: A Voz Dos Versos – 92/100

E eu quero ser tudo o que você queira que eu seja

Apenas sonho

Com canções que não sei cantar

Com flores que nunca colhi

Em lugares que não posso desenhar

Poesia sem rima

De versos floreados

Com cartas que esqueci

Escritas e guardadas

Sem destino certo

Percebi que não posso te encontrar

Mesmo que só em sonho

Fazendo amor num jardim sob o luar

escutando o som do oceano

Ou viajando em cada curva das tuas estradas…

Apenas sonho

Com floreios de rimas

Declarando tua beleza

Na presença do teu sorriso

Paraíso de paixão

declaração de como te amo

Sem ao menos esquecer que é puro sonho….

Apenas sonho

Com canções que não sei cantar

Com flores que nunca colhi

Em lugares que não posso desenhar

Com o brilho dos teus olhos

Pintados em tela

Não posso ficar sem você

Eu quero ser

Aquilo que você precisa

Magia escondida

Em versos de amor

Sonho que se sonha acordado…

Beijo que se torna amor…

azul-e1514503753234-1-e1616226442565

Amor Incondicional

Eu quero me encontrar em você
E eu quero ser tudo o que você queira que eu seja
Mas eu não estou bem certa se eu sei a maneira.
Eu perdi a fé e perdi o chão
Quando eu te vejo eu me lembro
Amor incondicional

Não importa o que eu diga
Porque sempre parece que você me julga errado
Mas se você pudesse ler minha mente
Você veria, eu luto contra mim mesma todo o tempo
Quando eu te vejo, eu me rendo
Amor incondicional

Parada num litoral distante
Com a cabeça nas nuvens
Não tenho senso de direção agora

Eu quero deitar perto de você
E eu quero ser tudo o que você queira que eu seja
Mas eu não estou bem certa se eu sei a maneira.
Me envolva com seus braços agora
Quando eu te sinto, eu me rendo
Amor incondicional

Tudo o que você precisa é
O que o mundo precisa
Agora é palavra é amor

Letras.mus.br

As solas do meu sapato

Série: A Voz Dos Versos – 91/100

20210604_215955

As solas do meu sapato desgastaram na estrada

Batendo de porta em porta

Em tantas e tantas cidades…

Me tornei errante…

Sem encontrar todos os versos

De todos os cantos que fui

Só restou a saudade…

Vi sorrisos em vielas

Vi choro em alpendres…

Alegria em ruelas…

Tristezas em avenidas de cidade grande…

Não encontrei o néctar puro

De um beijo de amor

Só encontrei amores de uma noite

Com preço fixo e sem perder tempo….

Já não abraço um poema

Já não rascunho mais nada…

Meu sapato tem um furo

Cujas pedras do caminho me machucam

Feridas de lembranças

Para não voltar…

Não é solidão

É necessidade

Busca insana por verdade

Num lago de falsidade…

Será que ainda sei amar?

As solas do meu sapato

Desgastaram em busca dessa resposta

Por nada…

azul-e1514503753234-1-e1616226442565

Sem sentido

Série: A Voz Dos Versos – 90/100

Não faz sentido

Viver por uma lembrança

Ter esperança

De que tudo vai mudar…

Encontrar um meio

Descobrir um segredo

E restaurar o amor…

Pra quê?

Querer reviver

O que só trouxe dor

Tirou pedaço

Machucou…

Sempre um pedido de perdão

Sempre em vão…

Não existe mais motivos

Para chorar

Para suprimir o sorriso

Ou sonhar em ser apenas feliz…

O amor é simples como uma rosa

Tem seus espinhos

É delicado

Perfumado e lindo…

Mas é preciso cuidar

Ou se vão as pétalas

Ou se mata a flor…

E nunca mais será igual…

…e nunca mais será igual…

azul-e1514503753234-1-e1616226442565

Florada de Ipês

Série: A Voz Dos Versos – 89/100

muda_de_ipe_amarelo_para_paisagismo_tabebuia_chrysotricha_4363_1_20190918080356

Passei por uma rua 

Florada de Ipês

Toda amarelinha

Como um tapete de Deus

Me deixou uma energia

Parecendo o sol

Linda poesia de encantos mil

Passei por uma rua

Florada de ipês

Tinha branco, tinha rosa

Roxo e amarelo também

Tinha flores e beija-flor

Num quadro que ninguém fez

Onde olho tem um ipê florido

Todos desabrocharam de uma vez

Como se combinassem entre si

E disputassem o sorriso de quem vê

Passei por várias ruas

Floradas de Ipês

E sonhei…

 

Escrevi esses versos no dia 26/09/2021 A cidade inteira está florada de Ipês

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

azul-e1514503753234-1-e1616226442565

Uma nesga de luz

Série: A Voz Dos Versos – 88/100

20210604_220151

Pela janela, fechada

Entrou uma nesga de luz

Um pequeno raio…

Iluminando meu computador…

Não posso me levantar

Sigo apenas com o olhar…

Penso em quando eu adorava a luz do luar

Como eu amava a lua

Queria ter morado lá…

A noite sempre me fascinou

Encantou, apaixonou…

Cada passeio sobre as estrelas

Cada beijo no aconchego das horas tardias

Noites de amor…

Cada passo que dei de mãos dadas

Cada conversa que tive com paixão

Sonhos acordados…

Noites em claro

Festas ou encontros românticos

Ainda sinto o perfume nos lençóis

Ainda ontem conseguia ver a lista da Netflix…

Tantas histórias ao lado

Tantos poemas dedicados

Amor sem igual…

Tudo pelo teu sorriso

E assim foi

Dia após dia

Noite após noite

Viagens…

O relógio do tempo foi cobrando seu preço

E nós?

Éramos tão jovens

Depois fomos tão adultos

Ficamos juntos em todos os momentos…

Mas hoje…

Essa nesga de luz

No meu quarto escuro

Tenta iluminar meu caminho…

Estou sem você a tantos anos…

E perdi a vontade de viver…

Agora olho a luz

Parece um chamado teu…

Fazem duas horas que meu coração parece explodir

Fazem duas horas que sei

Vou ao teu encontro…

Viveremos a eternidade que um dia prometemos

Viveremos em outro plano…

Uma nesga de luz

Pela janela fechada do meu quarto

Enquanto a minha luz se esvai…

E você já está aqui…

Já não partirei sozinho…

azul-e1514503753234-1-e1616226442565

Meu coração não deixa

Série: A Voz Dos Versos – 87/100

Eu tenho um abraço pra te dar
Cê quer que eu leve aí ou você vem aqui buscar?
Te prometo não te prometer nada
Não tem sentido te dar casa, comida, e roupa lavada
Se faltar amor, se faltar amor

A minha promessa é viver cada segundo em paz

Mas meu coração não deixa…

Assombrado por essa necessidade de te ver

Da saudade de cada beijo

Da vontade do teu sorriso

Da tua voz…

Perder-me na beleza do teu rosto

Nas curvas do teu corpo perfumado…

Queria ficar longe da ansiedade

Desta vontade incontrolável de ser teu…

Te prometo não te prometer nada

Caminhar junto nesta estrada

Apenas para te amar…

A minha promessa é viver cada segundo em paz

Mas meu coração não deixa…

Por você…

As flores já não estão aqui

Série: A Voz Dos Versos – 86/100

Onde foi a primavera

Hoje tem o frio

O sol se afastou da terra

E as flores já não estão aqui…

Sou como girassol

Girando atrás do sol

Gosto de rosas

Que são sempre belas

Delicadas e fortes

Com espinhos que picam

Margaridas num bem me quer

Tulipas negras 

Damas da noite

A espera do beija-flor

Ou do zunido das abelhas

Como gosto das flores

Com seu perfume e cores

Poemas da natureza

Versos de beleza sem igual…

Eu queria poder sonhar

Deitado na relva

Cercado de flores…

Queria poetizar

Com mil cores de rosas

Orquídeas maravilhosas

Amarílis coloridas de muita beleza. …

Amor-perfeito que existe

Azaléias, Antúrios

Botão-de-ouro esconde o tesouro

Dos meus mais valiosos versos

Tantos nomes pra lembrar

Tantos momentos para salvar

Flores no nascimento

Flores no amor

Flores no casamento

Flores na dor…

Por um dia escreverei

Uma rima num jardim

As flores não estão aqui

Mas voltam…

Como um amor de verão…

Primavera a melhor estação

Encanto que não se acaba…

azul-e1514503753234-1-e1616226442565